Passar para o Conteúdo Principal

Santa Casa da
Misericórdia

Vila do Conde

Desde 1510 ao serviço da Comunidade.

Procissão do Senhor dos Passos

Slider prociss o dos passos 2016 1 900 500
28 Fevereiro 2016



Procissão do Senhor dos Passos


No dia 28 de fevereiro, domingo, pelas 14h30, a Misericórdia de Vila do Conde, fiel aos seus princípios religiosos, vai realizar, pelo quarto ano consecutivo, a Procissão do Senhor dos Passos, em colaboração com a Paróquia de São João Baptista de Vila do Conde.
As Solenidades do Senhor dos Passos iniciam às 14h30 com o Sermão da Paixão, realizado pelo Reverendíssimo Senhor Prior P.e Dr. Paulo César Dias, na Igreja da Misericórdia, seguindo-se a transladação do Andor do Senhor dos Passos para a Igreja Matriz, a designada Procissão do Silêncio.
Na Igreja Matriz, às 15h30 será realizado o Sermão do Pretório, seguindo-se a Majestosa Procissão do Senhor dos Passos, pelo percurso das capelas espalhadas pela cidade.
A Misericórdia de Vila do Conde alcança mais uma vez, por mérito e empenho dos seus colaboradores e por se associarem a esta causa, o seu objetivo de compor o corpo de figurados da Procissão exclusivamente da Instituição. Este gesto reflete o envolvimento, entrega dos que diariamente trabalham nesta Instituição e participam ativamente na sua vida.
À semelhança dos outros anos, será realizado o Sermão do Encontro aquando da passagem da Procissão pela Igreja da Misericórdia, momento sempre com uma carga emotiva muito elevada, o encontro de Jesus Cristo com a sua mãe.
O ponto alto desta Procissão que atrai centenas de pessoas ao largo da Igreja da Misericórdia para ouvir as sábias e sentidas palavras do Reverendíssimo Cónego Dr. José Paulo Abreu, Vigário-geral da Diocese.
O Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde aproveita a oportunidade para convidar toda a comunidade vilacondense e arredores a participar neste momento solene da quaresma. O convite é válido também, para visitarem as Capelas dos Passos, as quais representam as etapas do sofrimento de Jesus Cristo. Estas capelas são zeladas por pessoas desta cidade que, ano após ano, são “mãos que oferecem rosas, mãos que sabem ser generosas”, permitindo que estas se encontrem, neste dia, ainda mais asseadas à vista dos transeuntes que as visitam.
A Misericórdia de Vila do Conde agradece a colaboração da comunidade.