Passar para o Conteúdo Principal

Santa Casa da
Misericórdia

Vila do Conde

Desde 1510 ao serviço da Comunidade.

Mensagem do Provedor

Assistimos hoje a uma evolução contínua e galopante de tudo o que nos rodeia, que exige das pessoas um esforço acrescido de atualização, correndo o risco de não usufruírem dos benefícios do "progresso" e de serem abrangidas pelas novas formas de analfabetismo, se não o fizerem.

Esta evolução orientada para objetivos prioritariamente económicos e assente no princípio de uma competitividade individual nem sempre devidamente controlada, gera profundas desigualdades sociais que originam novos problemas aos quais é necessário dar novas respostas. Urge, por isso, que braços vigorosos e solidários abracem, sem calculismos, os que realmente se encontram numa situação precária e respondam generosamente aos seus anseios de "pão", de “afeto”, de “amor”, de “reconhecimento”. Como fizeram as Misericórdias Portuguesas ao longo da sua tão longa e prestigiosa história e continuam a fazê-lo hoje com o mesmo espírito e o mesmo vigor.

A Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde, atenta igualmente aos sinais dos tempos, está presente onde se apercebe das carências do Homem de hoje, colocando-se ao lado dos que mais precisam, dispensando-lhes um serviço de qualidade, cimentado no amor, na dedicação e no profissionalismo.

Neste sentido, as suas instalações revelam-se autênticos ambientes familiares com um só coração e um só sentir, onde o estranho que nos bate à porta se transforma num Irmão a acolher, amar e dignificar.

Imbuída na mensagem de Jesus Cristo "Vai e faz tu o mesmo", a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde tem no seu projeto de ação a prática de obras de misericórdia que realiza através de várias atividades de apoio a crianças, jovens e idosos e outros mais vulneráveis ou que padecem de enfermidade - os incapazes, os sem família, os sem-abrigo, os doentes, os mais pobres dos pobres. Para isso, conta com mais de 600 profissionais, cada qual vocacionado para a função que exerce nos diversos Equipamentos, quer Sociais, quer de Saúde.

Tudo isto sem esquecer a prática do culto da Igreja Católica: na Igreja e capelas da Instituição há celebrações eucarísticas, promove-se a "Procissão do Senhor dos Passos" no 3º Domingo da Quaresma, e venera-se a Nossa Senhora das Dores na Sexta-feira de Ramos.

Bem-vindos a esta Santa Casa, bem-vindos a este Projeto que procura ser uma porta aberta a cada Homem para lhe proporcionar, com dignidade, a felicidade a que tem direito. Que ninguém fique de fora, para poder dar aos que mais precisam e para poder receber dos que mais têm.

Cumprimentos fraternos,

O Provedor
Arlindo Maia